quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

De vez em quando, ele acerta!

Para quem está chegando agora, é preciso saber que o tom desse blog é leve e divertido, como a vida deve ser (é bom relembrar disso, às vezes, pois algumas pessoas se assustam com nosso dilema de “perco o amigo, mas não perco a piada”).

Feitos os esclarecimentos iniciais, voilá!

Certa feita, antes de pegarmos a estrada para viajar em férias, paramos no posto para abastacer e sacar dinheiro na lotérica. Dannes recém tinha saído da manicure e lembrou que havia esquecido o esmalte em casa, o que geraria um problema se tivesse que retocar as unhas em terras uruguaias (nosso destino). Assim, na frente da atendente da lotérica, sabendo que ao lado havia uma farmácia, Dannes disse a Celo:

- Amor, vai ali na farmácia e pega o Renda para mim. (Percebam que o grande lance aqui é fonético.)

- Horrenda? – disse ele espantado e já se encaminhando para a farmácia.

A atendente da lotérica riu e me disse assim: 

- Não se pode pedir essas coisas aos homens.

E ficamos ambas rindo. 

Resolvida a questão na lotérica, fui encontrá-lo na farmácia e para a minha surpresa a atendente da farmácia não conseguiu entender qual era o produto desejado e ele estava tentando explicar:

- Horrenda, acho que é alguma coisa para as unhas…

Cheguei a tempo de esclarecer que se trata de um esmalte e que quando me referi a comprar o Renda, estava omitindo a palavra esmalte (comprar o esmalte Renda). Mas, ainda assim, nada feito, a atendente não conhecia o esmalte (hello!!! alguma mulher na face da Terra não conhece o Renda???) e parti para o Uruguai apenas com removedor de esmalte e algodão. Evidentemente, o episódio rendeu boas risadas. E Celo se justificou dizendo que existem nomes muito estranhos de remédios e, portanto, bem poderia existir Horrenda….

Eis que semana passada, precisei pedir que ele fosse à farmácia buscar um leite demaquiante para mim (pois o maravilhoso que eu comprei no Uruguai desapareceu sem deixar vestígios e não me deixou sequer um bilhete de despedida). Lembrando do episódio “Horrenda”, escrevi para ele num papel: leite demaquiante. E rezei! hahahahahaha

Não é que ele voltou com um produto maravilhoso da Neutrogena! E disse que foi ele mesmo que escolheu, que não se utilizou da atendente da Panvel. Pois o produto é excelente! Pode ser utilizado em todo o rosto, inclusive na área dos olhos e não é oleoso. Retira muito bem a maquiagem! Adorei!!! Viu, só! De vez em quando, ele acerta!
Smiley piscando


P.S.: O argumento dele para a compra foi o seguinte: “Dizia Deep Clean na embalagem e achei interessante uma limpeza profunda.” (Depois, dizem que nós mulheres é que somos estranhas….)

2 comentários:

  1. Meu único comentário aqui será um "sem comentários!" Humpf!

    ResponderExcluir
  2. Só podia sert meu genro mesmo! hahahaha

    ResponderExcluir