quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Zeca Baleiro e uma deliciosa surpresa

Em novembro de 2009, o Casal Sensacional foi assistir a um show do Zeca Baleiro no Teatro do Bourbon Country (excelente e versátil teatro da capital gaúcha). Dannes adora Zeca Baleiro e apesar de Celo não ser um grande fã, resolveu fazer sua mulher feliz e acompanhá-la. O show foi muito bacana, apesar de não ter sido cantada a canção predileta de Dannes. Celo, ao final da noite, declarou que estava feliz em expandir seus horizontes e que estava até supreso com a música do maranhense. 

Mas esse post não é para falar do Zeca (mesmo porque Dannes continua magoada por não ter ouvido "Lenha" ao vivo). O show integrava o projeto Eu Faço Cultura, patrocinado pela Caixa Seguros e pela Lei Rouanet (para quem não sabe a famosa Lei Federal de Incentivo à Cultura - nº 8313/91) e também fez parte das homenagens do Ano da França no Brasil. Assim, a abertura do show foi feita por um violinista francês radicado no Brasil desde 2001. E quem seria? Nicolas Krassik. O Casal Sensacional não conhecia e nem sequer havia ouvido falar no rapaz. E teve uma grata e deliciosa surpresa. Música de excelente qualidade! Krassik mescla sua formação erudita aos ritmos brasileiros (samba, forró, choro) e o resultado é impressionantemente gostoso de se ouvir! Ele estava acompanhado dos talentosos músicos que formam o Nicolas Krassik Trio: Nando Duarte (violão de 7 cordas) e Carlos César (percurssão). Viramos fãs! Compramos os CDs e ouvimos muitas e muitas vezes! Há pouco, tivemos, inclusive, a oportunidade de presentear um casal de amigos (Titia Dedeca e Fernando) com um dos trabalhos deles. Viu? Estamos até angariando mais fãs para o francês apaixonado pela cultura brasileira que resolveu se fixar no nosso país tropical.
Para quem ficou curioso sobre Krassik, basta fazer uma visita ao site para saber um pouco mais, clicando aqui. Vale a pena também, ouvir um pouquinho, clicando aqui. E se você gostou do que ouviu, nós recomendamos e aprovamos os seguintes CDs: Caçuá, Cordestinos e Na Lapa.
E o último projeto do moço chama-se Odilê Odilá, interpretando João Bosco. Ponto para Krassik! Dannes adora MPB, bossa nova, e, principalmente, O Bêbado e A Equilibrista, de autoria de João Bosco e eternizada na voz da gaúcha Elis Regina.

2 comentários:

  1. Oi Dani, passei para te agradecer de comentar o blog. Não vejo a hora de fotografar vocês.
    Beijos,
    Liliane

    ResponderExcluir
  2. Oi, Liliane! Nós tb!!! :)
    Um beijo!

    ResponderExcluir